Vai ser injusta só porque são injustos com você?


Nem me lembro de quando foi a primeira vez que ouvi a afirmação de que o mundo é machista, que os homens levam vantagem injusta em tudo sobre as mulheres. Dizem que as crianças ouvem tudo dentro da barriga da mãe. Talvez possa ter sido, então, no momento do meu parto, com minha mãe suando e forçando, dizendo:

- Oswaldo, desgraçado! Da próxima vez, ou você vem aqui dar a luz ou esse será nosso último filho!

O fato é que fui o último filho deles. O quarto e último.

Realmente as mulheres têm argumentos para dizer que os homens são privilegiados socialmente em relação a elas. Por exemplo: o mesmo termo, empregado em gêneros diferentes, mesmo que para ofender, sempre tem significado pior para as mulheres. Vejam só:
HOMEM VAGABUNDO: que não trabalha; MULHER VAGABUNDA: puta.

HOMEM GALINHA: o bonzão que sai com várias mulheres; MULHER GALINHA: puta.

HOMEM CAVALO: que responde rispidamente; MULHER ÉGUA: puta.

HOMEM CACHORRO: que tem atitudes indignas; MULHER CADELA: puta.

E não é só na denominação que há injustiça com o gênero feminino.

No trânsito, sempre que alguém faz barbeiragem, seu carro pode até ter os vidros escuros, mas o do outro carro diz:

- Tinha de ser mulher mesmo!

Às vezes, até elas são injustas com elas:

- Tinha de ser mulher mesmo!

- Ué! Você também é mulher.

- Mas eu dirijo bem, oras!

Acredito que essa discussão de homens versus mulheres nunca acabará, pois existem sim diferenças entre os sexos e sempre serão lembradas (e distorcidas!) em favor do gênero que argumenta.

Entre os 13.578 argumentos injustos da sociedade que favorecem os homens, tem um feminino muito injusto que favorece as mulheres. Na verdade não é beeem favorecimento, e sim autoconvencimento para que não se sintam por baixo na hora de um fora.

- E aí, Mariana, o que deu no rolo com o Paulo?

- Ah, eu praticamente me joguei nos braços dele e ele veio com um papinho de que me considera muito mas que quer ser só meu amigo.

- E aí?

- Ah, meu bem, acho que ele não gosta da coisa

- Ai, amiga, também acho, viu! Afinal, você é um mulherão!

Ou seja: se a mulher dá um fora no cara é porque ela não está a fim, mas se o cara dá um fora nela é porque é viado! Ô injustiça!

Sou viado porque não gostei daquela combinação de mau hálito, pés unhudos, dentes tortos e roupas cafonas? Devo ser viado também porque me incomoda aquela garota que fala "poblema". Ou por causa daquela outra que rói as unhas... dos pés!

Ora, posso simplesmente não ter tido afinidade de gostos com a garota. Talvez os tais "sininhos" não tenham tocado na hora em que nos conhecemos. Hoje, mais maduro, penso assim.

Mas, há muito tempo, já aconteceu de uma garota se insinuar descaradamente para mim e, para não parecer viado, fiz o que qualquer homem naquela situação faria: encarei aqueles noventa quilos bem distribuídos em um metro e sessenta. Foram momentos que não cabiam no meu abraço. Ela também não cabia.

Hoje não mais me importo se pensam que jogo no outro time só porque dei um fora em uma garota. Tento, ao máximo, ser legal com ela, explicar direitinho os motivos (ou escondê-los para não magoá-la).

Meninas, quando levarem um fora de um homem, pensem em vários amigos seus. Enumerem em suas cabeças o porquê de vocês não quererem um relacionamento com esses rapazes. Talvez vocês pensem:

"Ai, o Tadeu não! Ele tem aquele tique que me incomoda. Não vou conseguir falar, enquanto ele morde a ponta do bigode!".
"Hum... O Leandro é bonito, inteligente, agradável... mas é muito baixinho"."Hum... O Luciano é bonito, inteligente, alto... mas é muito desagradável"."Hum... O Leonardo é bonito, agradável, alto... mas é muito burro"."O Josh é perfeito pra mim! Mas, não sei o motivo, não sinto atração por ele.

Aí você talvez entenderá que afinidades entre um casal são uma loteria em que devemos sempre apostar, mas nunca desanimar se não acertarmos a combinação correta. Não precisa tentar se convencer de que o outro é o problema; e nem de que você é o problema. São apenas incompatíveis.

Se vocês, mulheres, prometerem pensar em não dizer que o homem é viado só porque vocês levaram um fora, eu prometo tentar convencer os homens de que os 13.578 argumentos socialmente injustos contra as mulheres... Hum... 13.578? Ah, é muita coisa! Eu não vou dar conta!

Nem por isso vocês continuarão injustas nesse quesito só porque eles são injustos com vocês. Mostrem superioridade. Uma hora esses 13.578 baixam para uns 9.357...

================================
Quer receber as crônicas do TOQUES PARA MULHERES diretamente em seu e-mail?
Basta cadastrá-lo no canto superior esquerdo deste site, na parte
RECEBA NOVIDADES DO BLOG

39 comentários:

Flávio Silva disse...

Realmente essa crônica foi a que chegou no ponto certo sobre o que acontece com mulheres, pois nessa podemos generalizar. Que mulher não é assim?
Não coloco minha mão no fogo, mas coloco o meu corpo que toda mulher é assim! Muitas dirão "Eu não sou assim, pode colocar seu corpo no fogo agora"...seii... (sei como a verdade dói).

Dr. Aníbal Ribeiro disse...

Parabéns! Abraços!

Fernanda Cristina disse...

Olha... Prefiro continuar feminista e ponto. Nesse mundo temos homens e mulheres que não valem uma vírgula, isso é fato. Mas na boa, com o último fora que recebi, fico com a teoria de que, pra ele, eu era muita areia em vários sentidos... E acho que a maioria dos homens não são viados, são burros mesmo...
Enfim... O fato é que levar um fora nunca é bom, mas pior é tentar dar um fora sem magoar o outro...
Ai eu digo: se o homem chega junto e a mulher aceita, é p&$%$... Se não, é fresca...
E ai, como fica isso? No fim das contas, vocês também nos ofendem...
Querido, tudo isso só pra dizer que você manda mais que bem com as palavras, mas poderia abrir o TPM para uma mulher postar também...

Massahiro disse...

HAHAHAHAHA Não sei se isso é factual, se todas ou a maioria das mulheres tem essa mentalidade perante o homem quando ele da um "fora" nelas. Mas em se tratando dos sexos não é incomum os tratamentos serem diferentes, principalmente nas idéias pré-concebidas (por exemplo "lugar de mulher é na cozinha" ou "mulher no transito perigo constante") hoje em dia (digo questão de anos para ca) é mais comum vermos homens "pilotando o fogão" ou sendo "donas de casa" nesse caso seriam "donos de casa"... mas enfim. Acho que o principal aqui é que idolatramos (tanto homens quanto mulheres) um ideal de parceiro(a), o que acaba por nos cegar na busca de um companheiro(a). O principal, acima de tudo, é a complacência, o respeito e a confiança, se um casal não tiver isso, não pode funcionar.

Blog Oficial do João Pedro Roriz disse...

Ola Rossato, parabéns por suas crônicas e seu espírito empreendedor! Sucesso em sua carreira. Adorei!

Mariana Ferraz disse...

adorei o post, ri muito!
beijo!

Patricia Basseto disse...

Bom eu sou super suspeita p/ comentar pq acabei de sair de um relacionamento onde eu nao sei nem dizer oq houve, mas no geral os homens são sers q tem sentimentos, apesar de muitas vezes se julgarem superiores uahuahua, to brincando, otima cronica, nunca achei ninguem viado por dizer nao, so q o menino tem q saber fazer isso tb ne?

Portal das Trevas- O Inicio do Poder disse...

Muito bom meu amigo.
Parabéns e sucesso!

Mariana disse...

Confesso! Já achei que fosse viado só porque não chegou junto...explicação mais que simplista eu sei, mas muito mais aceitável em certos momentos do que acreditar que o problema está em nós.

Cirlene Doretto disse...

Olá Edson Rossato!
Então né,as mulheres lutaram muito para conseguir o direito de votar, de usar calças,biquinis, salários iguais aos dos homens e por aí vai... injustiça? machismo? discriminação?
Para mim desde sempre trata se de ignorância mesmo,de insegurança e medo dos homens em todas as areas.Quanto ás ofensas, considero grosseria pura com muita falta de cavalheirismo, pois em situação alguma um homem deve se dirigir a uma mulher nesses termos ofensivos. Quanto a dizer que um homem é viado só porque não ficou com a garota não cola mais, todo mundo saberia que é despeito mesmo, a menos que ele seja viado. Ser gordinha, magricela,"altona", nanica, baixinha não importa, pois gosto é gosto, e cada um tem o seu. Acredito que tanto homens e mulheres tem que reconhecer as qualidades, saber o que não combina e só ficar com quem realmente quer, com quem realmente mexe, que desperta interesse vontade de conhecer melhor.Nunca ficar para agradar a opinião alheia.No mais você levanta questões que infelizmente apesar de estarmos no século XXI ,existem aos montes, entre jovens e mais mais maduros. Abraços querido

Jussara Lanzellotti disse...

na verdade esse tipo de negócio sempre existiu e vai sempre existir, homens e mulheres apesar do interesse mútuo (travam uma certa guerrinha), do tipo: não preciso dele, ou dela, mas também não fica sem....e o mesmo acontece com um fora dele ou dela....é sempre o adversário o culpado.....é como se fizesse parte do comportamento do homen ou da mulher por natureza!! ...que aliás é um comportamento
meio fora da moda. Nós já estamos no século XXI, estava na hora de superar esse tipo de comportamento.
Nós ( homens & mulheres) lutamos tanto pela nossa liberdade ....tá ai....a liberdade de dizer sim ou não na lata! Será? Seria moderno? ....ou sincero de mais? ....é! Um dia a gente ainda chega lá! Enquanto isso, ficam os argumentos....as guerinhas rsrsrsrsr
Beijo Rossato! Parabéns por seu trabalho! Te admiro muito!!

Tati disse...

Gostei, dei risada....de fato, nós mulheres pensamos assim, confesso que já chamei um cara de viado por essas circunstâncias, mas hoje em dia entendo perfeitamente que pode simplesmente não 'bater', ninguém é obrigado a gostar de ninguém... "vai ser injusta porque são injustos com você?" hahaha vocês homens são muito injustos mesmo, esse lance do viado é pouquíssimo, nem vejo como injustiça feminina...tem aquela outra que diz que homem não consegue fazer duas coisas ao mesmo tempo, né? rs
Muito bom seu blog...
beijos!!!

Raquel Murad disse...

Mulher é um assunto complicado!rs Quando temos alguém, botamos defeito. Quando queremos alguém, pode ser que ele não nos queira. É assim, assim sempre foi. Só não podemos, como disse o Edson, culpar a masculinidade alheia. Se não aconteceu, é porque não ia dar certo mesmo! A questão do preconceito é muito mais abrangente. Tanto homem como mulher sofrem disso. Mulher é taxada de inferior, homem que recusa alguém ou que pratica atividades como dança é visto com outros olhos. A imagem é uma desgraça. Antes de sermos ignorantes e preconceituosos, olhemos para o caráter e para o interior de cada um, e acharemos as respostas para as possíveis dúvidas!

Renatinha Araújo disse...

Gostei!
Infelizmente não tenho muito o que dizer sobre isso... Pelo menos não por mim... Nunca levei um fora... Mas não porque eu seja linda e maravilhosa (não sou!), mas porque a única vez em que tomei coragem e me aproximei de alguém, foi pro rapaz que atualmente é meu namorado (meu primeiro há quase 5 anos!).

Mas já aconteceu de amigas minhas levarem foras (amigas lindas mesmo!) e eu, para consolá-las, dizer que eles eram viadinhos... rs...
Mas é apenas para dar moral pra minha amiga, né?
Afinal, papel de amiga é esse...

Mesmo assim, eu ainda acredito que, quando a mulher REALMENTE quer, ela sabe conquistar...
Aí acaba rolando aquela "química"! ;)

Beijos!

•*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

Roer as unhas do pé é o fim... rsrs
Mas concordo com a Fernanda Cristina, Edson, vc deveria colocar uma mulher aqui de vez em quando pra ela escolher um post seu e fazer a versão dela.... seria muito legal!

Beijão!

Valdeck Almeida de Jesus disse...

Oi, amigo Edson, tudo bem?

Muito boa sua crônica... Realmente, há diferenças enormes entre homens e mulheres... Mas se fossem iguais, homens e mulheres, o mundo não teria graça, né?

Cada um à procura de sua "meia laranja", ou, popularmente, "a tampa da panela". O que importa é a procura, o jogo de sedução, o mistério, e tudo o mais que possa influenciar numa conquista... Acredito que não exista receita pronta. Estereótipos à parte, gordo/magro (a), baixo/alto (a) etc, quando "os sininhos" tocam, não tem que segure um par de seres humanos... (risos)...

Mas vale a pena, sempre, levantar a discussão, transformar os inconvenientes do dia a dia em boa leitura...

Parabéns, novamente.

Valdeck Almeida de Jesus
Jornalista, Escritor e Poeta
www.galinhapulando.com

Alberto da Cruz disse...

Edson, mais uma vez você nos encanta com um texto seu. Leitura fácil e envolvente para abordar um tema comum e ainda muito polêmico nos nossos dias. É sempre um prazer visitar suas páginas.
Um forte abraço e sucesso sempre.

Carminha Fortuna disse...

Adorei o post! Você pegou o espírito da coisa e conseguiu o fazer de forma leve e suave, como se fosse uma mulher escrevendo... brincadeirinha! Parabéns!

edição disse...

Gostei muito da crônica, você colocou em palavras o que acontece no universo feminino.
Não, não vou me vingar, não vou dar bola para parte do universo pequeno machista.
Eles são racionais e elas emocionais não há como comparar, às vezes apenas lamentar.
Parabéns e aquele abraço
Marta Silvares

Milena Cherubim disse...

hahahah Adorei! Vou indcar!!!! bjss

:) disse...

Na verdade você precisa conhecer a Déo...acho que vocês dois tem muito a conversar kkkkkkkkk http://caiforadeodora.blogspot.com

Vou fixar nos outros 13 mil e não sei quantos argumentos, pois nunca chamei ninguém de viado, a menos os que eram mesmo! rs

Abraço
Keila

Fernando Ramires disse...

Sempre acham que eu sou viado quando eu falo "pô, fulana é gostosinha, mas não tem apelo sexual nenhum".

Blyef disse...

UAHUAHUAHUAHHAUAHUHAUHAAHUA, bacana, mas pra confessar, não me incomodo com os milhares de argumentos... Nem saio pela tangente com aquele de "não me quis, é viado"... Afinal... O que as mulheres querem é romance, mas nem sempre, né?

E também... As vezes o viado é viada ;D

Lilly Falcão disse...

Muito esclarecedor, Edson! Só não sei se esse número aumentará ou diminuirá com sua tão bem escrita crônica - agora são 13.579 razões pra revanche! ;P Beijoca

Paulinha ღ Sosco disse...

AAHA, com certeza há casos e casos, tudo é relativo, mas essa crônica relata exatamente o pensamento tanto feminino quanto masculino. Após um momento de reflexão, HAHA, concordo com a Marta S. "Eles são racionais e elas emocionais não há como comparar, às vezes apenas lamentar". /ou não.

Sofia disse...

Edson, você é demais! É um amor! Aguardo ansiosamente a próxima crônica, toda vez!
Parabéns pelo talento e pelas verdades!

ricci55 disse...

Os desfavorecimentos e injustiças contra o gênero feminino começaram no tempo das cavernas, eu acho. (A história de Adão e Eva, maçã e serpente não vale: é só historinha.) Mas, voltando ao tempo das cavernas, o macho dava conta de caçar e enfrentar feras, por causa dos músculos e, decerto, da testosterona. Daí que a fêmea e seus filhotes dependiam dele pra sobreviver! Ele, obviamente, logo percebeu isso e começou a cobrar caro... E ela, a pagar! E a baixar a cabeça. O resto é consequência. Reverter o processo, já que a caça foi substituída pelo supermercado, é um longo trabalho que começou com as primeiras feministas. Quanto a esse golpe baixo de chamar de viado o cara que nos preteriu (é... muito brilhante ele não é, mesmo! rsrsrs) me parece meio infantil. Não é coisa de mulher madura. Tô certa? É que os interesses e conquistas da mulher madura são mais variados, logo, lidamos melhor com as frustrações, temos mais o que fazer. Coisa que, convenhamos, raríssimos homens conseguem valorizar. Ou seja, não tem solução! :D

todapoesiadesimoneaver disse...

"Aprendi a não fazer nenhum caso de opiniões a que falte o fundamento dos fatos" (Darwin)



Li teu post no início da tarde, como bem sabes. Passei o resto do dia pensando nele (não o tempo inteiro, é óbvio, mas, volta e meia,ele me vinha à cabeça) e em todos os foras que já levei na vida (e nos que, certamente, ainda levarei...rsrs).
Penso que, dos meus homens, alguns foram, sim, homos. Tanto que, mais tarde, acabaram com homens, mesmo..rs... ou com homos tb, sei lá, nunca entendi direito essa coisa, partindo-se do princípio de que homem que é homem gosta de mulher, e homem que é homo gosta de homem (complicado...).
No entanto, outros quiseram simplesmente partir pra outra (outra mulher, entenda). Escolha deles. São, ou foram, menos homens, por causa disso? De jeito nenhum! Deram a mim, também, a oportunidade de conhecer outros homens...hehe... E, às vezes, até me fizeram o favor de me deixar livre da "porcaria" que eles viriam a ser...rs...
Ora, isso não aconteceu sempre. Alguns deles simplesmente viraram as costas e foram embora e eu senti muitíssimo. Sofri de verdade. Mas sofrimento é uma coisa que dá e passa, até pq, embora haja 7 mulheres para cada homem (essa parte é ruim), sempre há mais de 7 homens querendo uma única mulher...rs... nesse caso, se há homos (e há), tb há homens, oras (e dos bons)!
Aliás, "incompatibilidade" é algo que pode ser usado como desculpa, para o próximo fora...que darei...hehe...
E, NÃO, isso não é vingança!!!!!!! rs

Beijos, querido.

Nayá disse...

Eu ri aaaaaaaaaaalto! hahahahahahahahahahahaha

Bem, eu já dispensei um dizendo que, pra mim, ele era só meu amigo - o que de fato é verdade.
Até onde eu sei, eu não fui chamada de nada... até onde eu sei.

Mas gostei do 'é a incompatibilidade'... hahaha
Muito bom!
Beijos.

Jaime Teixeira Júnior disse...

Gostei! Uma leitura leve, gostosa, aprazível; descansa, muda o foco, e faz a refletir sobre temas ainda não abordados. No entanto, nenhuma mulher deveria levar um fora... Abraços!

A DONA DO MUNDO disse...

Muito bom, rí muito... tem muita mulher dizendo por aí, que na próxima reencarnação quer nascer homem! Ahahahaha
Eu quero ser mulher, nessa e na proxima, minha existencia feminina é ótima! E essa coisa de vantagem e desvantagem é meio "nóia", falta de atitude, em ambos os lados... o q importa é ser e fazer feliz!
beijinho Rossato

Gery Almeida disse...

Mulheres e suas desculpas esfarrapadas, aliás, esses farrapos ai não se decompoem nunca? Talvez as mulheres tidas como putas, são tidas assim porque agem como tais mesmo, e não que haja preconceito ou machismo embutido nisso. Por falar em machismo podem rotular-me agora mulheres, por pensar que mulheres, dando 1 exemplo apenas entre os 13.578 argumentos socilamente injustos, nunca irão ganhar o mesmo que os homens ainda que exerça o mesmo cargo numa empresa, pelo simples fato de que mulheres, até podem exercer a mesma função que homens com qualidade, mas, nunca terão as atitudes que um homem tem. Simples assim, como trocar um absorvente. Digo isso porque veja que no próprio texto diz em uma aparente contradição por ex. que HOMEM GALINHA: o bonzão que sai com várias mulheres; MULHER GALINHA: puta. Então, se uma ou bilhões de mulheres não querem esse tipo de "rótulo", não tentem agir como homens dizendo que "querem igualdade", isso não é "igualdade" é burrice mesmo! Enfim, o texto nos mostra muitas coisas pra pensar, inclusive que se você é gorda, por favor, não vá paquerar o autor do texto...

Cintia Rufino disse...

Já ouvi isso tantas vezes.... hauhauhauhuahuahuahuahua
vai entender porque algumas mulheres pensam assim... despeito talvez?????

Tyr Quentalë disse...

Nem vou ler os comentários, mas que chega a passar na cabeça que o homem pode ser viado... passa. Infelizmente vivemos em um mundo machista, onde as mulheres ainda precisam superar a barreira de levar o fora. Digo isso porque não é fácil. Pense bem em 95% das vezes a mulher se mantém na espera, na busca de um cara ideal (o que não é fácil encontrar), se ela nega, é vista como burra, fresca e por aí vai; se ela cai na lábia rapidamente, ela é mulher da vida, puta e por aí vai; mas se a mulher consegue manter uma conversa por um período determinado o cara se "mostra" interessado e ela dá o primeiro passo, pronto... a mulher leva o fora, ou escuta o famoso: já volto, para o cara não voltar mais. Acho que não é porque ele é viado, mas a maior parte dos homens ficam intimidados. Mas venhamos e convenhamos... Se um cara tá lá.. Apenas com os amigos, a mulher dá uma cantada até inteligente e o cara fala: Não dá gata, estou com os meus amigos hj... Fala sério, que mulher que não vai pensar que ele é viado?

Debora disse...

Edson tenho que discordar de você em uma coisa, nem sempre são as mulheres que cometam que o cara é viado porque não catou uma certa mina, normalmente eu vejo marmanjões comentando isso pq fulano não catou a gostosona que estava dando em cima dele. E infelizmente conhece homens que ficam com qualquer uma só para se sentirem o gostosão. Eu desprezo esse tipo de homem como desprezo qualquer pessoal que julgue a atitude de outro ser humano. Continua escrevendo bem. bj

Tauan disse...

Essa cena do trânsito eu já presenciei, é verdade.
Pra mim o melhor foi a parte das diferenças entres os termos masculinos e femininos.

Sassá disse...

Para as mulheres que ainda pensam que aquele que lhes dá um fora é viado, indico o filme "Ele não está tão a fim de você". É leve e vale a pena...

Agora, Edson, gostei da crônica, mas permita-me destacar um trecho que, na boa, não gostei? Bom, se você aprovar o comentário, significará, para mim, que aceitou a crítica: "Tento, ao máximo, ser legal com ela, explicar direitinho os motivos (ou escondê-los para não magoá-la)." => Vou citar uma frase do psicanalista Alberto Goldin para explicitar o motivo pelo qual não gostei do que está entre parênteses: "O verdadeiro problema está em congelar o diálogo, conscientes de que o silêncio agride mais do que as palavras, por mais violentas que sejam."

Que tal promovermos o diálogo e, assim, celebrarmos o entendimento? Ainda que seja para dizer que o "sininho" não tocou. A indiferença pode ferir mais... ;-)

Ana Luiza Rosa disse...

Compartilho da sua idéia, mais não concordando completamente! rs sim gosto de dificultar as coisas kkkkk
Mais eu adorei a crônica, muito bem pensada Edson!
Não posso reclamar muito dos homens mesmo, porque as vezes também ajo desse modo e até mesmo "desvalorizo" nossa massa feminina, mais que tem alguns homens que pisam na bola feiasso e porque querem isso é verdade! rs
Abraço.

.. disse...

Também acho uma besteira isso de levar um fora e chamar o cara de viado. Quando eu levei um fora, fiz diferente: disse que o cara fumava crack, pq para me rejeitar, só sendo viciado em crack mesmo (ou em coisa pior).

Postar um comentário